Neste MESTRADO você ganha para estudar!!! O que fazer?

QUER FAZER MESTRADO NA USP?

Associado EDUCAFRO, graduado em qualquer área,
inscreva-se, URGENTE, para disputar o Mestrado em
Direitos Humanos na USP!
Neste curso você ganha para estudar!!! O que fazer?
1 - Entrar no site:  WWW.DIREITO.USP.BR
 
2 - NA ABA PÓS-GRADUAÇÃO, IR EM PROCESSO SELETIVO.
 
3 - Faça sua inscrição! Divulgar para todos com o nosso perfil!
4 - Esperar a chamada para a entrevista.

 


Quase mil vagas do VestUfes 2015 não são preenchidas

 

Quase um quarto das vagas disponíveis no VestUfes 2015 não foi preenchido por falta de candidatos ou porque quem se candidatou não atingiu a nota de corte. A informação é da Comissão Coordenadora do Vestibular (CCV) da Universidade Federal do Espírito Santo(Ufes). O resultado das provas foi divulgado na tarde desta quarta-feira (28). Das 4.178 vagas oferecidas, 978 não foram preenchidas, ou seja, 23,4% do total.

Os candidatos que ficaram como suplentes poderão concorrer às vagas remanescentes. Eles terão até o dia 4 de fevereiro para optar por um outro curso, desde que seja da mesma área e com as mesmas discursivas, como explica a coordenadora administrativa da CCV, Ana Claudia Locateli.

A inscrição acontece exclusivamente no site da CCV. O curso que teve a menor procura foi o de Matemática Industrial, no campus de São Mateus. Foram oferecidas 50 vagas, mas apenas três candidatos foram aprovados.

fonte: G1


UniSantos abre processo seletivo para Bolsa Refugiado

A Universidade Católica de Santos - UniSantos - está com inscrições abertas, até o dia 30 de janeiro, para o concurso de bolsas de estudos para Refugiados. Os candidatos devem ter documento expedido pelo Comitê Nacional para os Refugiados - CONARE, vinculado ao Ministério da Justiça, que comprove sua condição de refugiado. Para o processo seletivo 2015 estão sendo oferecidas três bolsas de estudos integrais (100%).

As inscrições devem ser feitas pelo e-mail coord.vest@unisantos.br com o seguintes dados: nome completo do candidato, data de nascimento, local e país de nascimento, país de origem, nome da mãe, nome do pai, número da Carteira Nacional de Estrangeiro (RNE) e data de expedição, endereço completo, opção de língua estrangeira na prova (inglês ou espanhol), telefone fixo de contato ou telefone celular, 1ª e 2ª opções de cursos. De forma presencial, ela pode ser feita no setor de Processo Seletivo, das 12 às 20 horas, no Campus Dom Idílio José Soares (Avenida Conselheiro Nébias, 300).

A prova será realizada no dia 1 de fevereiro, das 8h30 às 12 horas. Ela terá os seguintes conteúdos: Redação e 40 questões objetivas versando sobre Língua Portuguesa, Literatura Brasileira e Língua Estrangeira, História Geral e do Brasil, Geografia Geral e do Brasil, Matemática, Física, Química e Biologia.

As vagas são oferecidas para os seguintes cursos: Administração, Ciências Biológicas, Ciências da Computação, Ciências Econômicas, Comércio Exterior, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Petróleo, Engenharia de Produção, Farmácia, Filosofia, História, Jornalismo, Letras, Matemática, Música, Pedagogia, Publicidade e Propaganda, Relações Internacionais, Relações Públicas, Sistemas de Informação e Tradução e Interpretação.

Informações pelo portal www.unisantos.br ou pelo 0800-770-5551.

 

 

 

Robnaldo Fidalgo Salgado/MTb. 21.933

Assessor de Imprensa

Departamento de Imprensa

Universidade Católica de Santos - UniSantos

(13) 3228-1239   (13) 99700-9883

 

 

 


MAIS 640 VAGAS PARA POBRES

A Universidade Federal de Santa Maria torna público que, no período de 26 a 30 de janeiro de 2015, estarão abertas as inscrições para o Processo de Habilitação às Vagas Remanescentes 2015, oriundas do Concurso Vestibular 2014 (Processo Seletivo Único e Seriado). São oferecidas 640 vagas!!!
Veja o link:
A Habilitação é destinada a candidatos que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em 2014 ou
 2013 ou 2012 ou 2011.
A inscrição é realizada somente via Internet no endereço eletrônico da COPERVES (www.coperves.ufsm.br),



Veja os 20 cursos mais procurados do Sisu; administração lidera a lista

Administração é o curso com o maior número de inscritos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), segundo balanço divulgado pelo Ministério da Educação. Até as 18h desta quinta-feira (22), 295.799 mil candidatos se inscreveram nos cursos de administração disponibilizados no sistema. Em seguida estão direito (254.217), pedagogia (231.243), medicina (229.771) e educação física (180.430). Mais de 2,6 milhões de pessoas já se inscreveram. O prazo para participar terminou às 23h59 desta quinta-feira.

Completam a lista dos 20 cursos mais procurados os de engenharia civil, ciências biológias, enfermagem, psicologia, ciências contábeis, matemática, agronomia, química, nutrição, serviço social, medicina veterinária, arquitetura e urbanismo, geografia, história e física.

VEJA OS 20 CURSOS COM MAIOR NÚMERO DE INSCRIÇÕES DO SISU 2015

Lista dos 20 cursos mais procurados do Sisu até 18h de quarta-feira (22) (Foto: G1)

Fonte G1


UFSC reabre vagas remanescentes! Inscrições com ENEM de 2012 ou 2013 até 26 de janeiro de 2015

Inscrições abertas até 26 de janeiro de 2015

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), reabre as inscrições para vestibular 2015, para preenchimento de vagas remanescentes.

Podem se inscrever alunos que participaram do Enem 2012, 2013 e 2014, ou que tenham participado do Vestibular UFSC 2015, tenham tido sua redação avaliada e obtido nota igual ou superior a 3,00 (na escala 0,00 a 10,00) nessa avaliação.
Caso o candidato tenha participado em mais de uma edição do ENEM, deverá informar o número de inscrição daquela em que obteve melhor desempenho, considerando-se a nota ENEM na base centesimal.

Para realizar a inscrição o candidato deverá acessar o site, no período de 16 a 26 de janeiro até às 23h59min, preencher o formulário eletrônico de inscrição e enviá-lo, via internet, para a COPERVE/UFSC.

FAÇA SUA INSCRIÇÃO UFSC

 


A EDUCAFRO está lançando o DISQUE EDUCADOR EDUCAFRO

A EDUCAFRO está lançando o DISQUE 
EDUCADOR EDUCAFRO
 
Para Rio e Brasil (21) 97629 6807 (21) 2509 3141 (Leizer, etc.)
 
Para São Paulo e Brasil (11) 9 6173 6869 (11) 3106 3411 (Leo,etc.)
Os educadores voluntários estarão de plantão, nestes telefones, para tirar dúvidas e orientar os associados EDUCAFRO e outros negros e pobres da sociedade e assim ajudar a cada um a traçar suas estratégias para conseguir sua vaga!
Missão:
1 - Temos preocupação - esta inscrição no Sisu exige muita estratégia e disponibilidade de internet. Penso que muitos irmãos negros e pobres irão ficar de fora e perderão a vaga, por simples desconhecimento.
2 - Para os que tiraram poucos pontos no ENEM, não se desesperem:
 em cada federal costumam sobrar entre 300 a 1500 vagas não preenchidas com a primeira e segunda chamadas do SiSu. Cada universidade lança um edital de vagas remanescentes e ai, mesmo com nota baixa, você consegue vaga!
3 - Um aluno EDUCAFRO, em 2013, conseguiu vaga, moradia e alimentação, com apenas 300 pontos no ENEM!

Nota do SISU para negros/as, pelas cotas, é menor em 90% dos cursos!

Irmãos Negros/as Cotistas,
A EDUCAFRO lhe orienta a fazer um bom estudo 
e optar pelo método onde será menos disputado 
o acesso na universidade e curso de seus sonhos!
 
A Direção
Alunos da rede pública sem distinção de raça têm nota maior.
Dados reforçam a necessidade de cota racial no país, dizem especialistas.

Os candidatos de escola pública que se declaram negros, pardos ou indígenas e que foram aprovados na edição do primeiro semestre do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) neste ano tiveram nota de corte menor que os cotistas da rede pública sem distinção de cor em 90% dos cursos. 

acesse o link para mais informações COTISTA RACIAL X COTISTA NÃO RACIAL!!!!

 

Fonte G1


Bolsistas do ‘Ciência sem Fronteiras’ voltam ao Brasil por falta de inglês

Bolsistas do ‘Ciência sem Fronteiras’ voltam ao Brasil por falta de inglês

Qual é a sua opinião?

Quando o governo federal lançou, em 2011, o “Ciência sem Fronteiras”, programa que oferece aos alunos de graduação e pós-graduação bolsas de estudos no exterior, provavelmente, não imaginou que enfrentaria a falta de fluência no inglês dos estudantes como um obstáculo tão frequente.

Nas últimas semanas, 110 bolsistas que estão na Austrália e no Canadá desde setembro de 2013 foram convocados a voltar ao Brasil, pois não atingiram o nível exigido de proficiência no inglês. Esses alunos foram aprovados em edital para universidades de Portugal, em 2012.

O país concentra, hoje, a maioria dos participantes do programa, mas foi excluído entre os destinos do “Ciência sem Fronteiras”, por conta do grande número de brasileiros que já estão morando lá sem falar uma segunda língua. A decisão também recai como forma de incentivar os estudantes a dominar um segundo idioma.

Com a exclusão de Portugal, muitos universitários tiveram que escolher outro país, mesmo sem a proficiência, com a condição de que fariam um curso de inglês e, ao término, se aprovados no teste, permaneceriam no exterior.

Muitos bolsistas atingiram o nível de inglês exigido, mas esse não foi o caso dos 110 alunos que foram chamados a retornar ao Brasil. Eles alegam que a prova foi realizada antes do prazo previsto e, por isso, foram prejudicados.

Fato é que a falta de domínio do idioma fez com que esses estudantes perdessem uma chance ímpar. Falar inglês é estar preparado para as oportunidades!


Unila abre vagas na graduação a haitianos residentes no Brasil

Haitianos, regularmente admitidos no Brasil ou que obtiveram visto humanitário, podem se candidatar a vagas nos 29 cursos de graduação da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), em Foz do Iguaçu (PR). As vagas, uma por curso, são para ingresso no primeiro semestre letivo de 2015. As inscrições podem ser feitas até 19 de janeiro próximo.

haitianos-ingressaram-Brasil_ACRIMA20141226_0014_23

Dados do Ministério da Justiça mostram que, de 2010 a 2013, ingressaram no Brasil 21.430 haitianos; e de janeiro a abril de 2014, chegaram outros 7,3 mil. Para concorrer às vagas na Unila, os cidadãos do Haiti precisam atender seis requisitos, entre os quais, ter nacionalidade haitiana legalmente comprovada, ser residente em território brasileiro, ser maior de 18 anos, não possuir diploma universitário.

A inscrição é gratuita e o candidato deve preencher um formulário eletrônico com diversos dados pessoais e redigir uma carta, em português ou espanhol, onde destaca o curso que deseja fazer, o estágio de sua formação educacional, experiências educacionais anteriores, expectativas profissionais, idiomas e currículo. A seleção será feita por uma banca da Unila e o resultado será publicado no portal da universidade em 30 de janeiro. O início das aulas será em 16 de março.

O edital de seleção prevê uma série de benefícios aos haitianos: alojamento na universidade ou auxílio moradia no valor de R$ 600,00 por mês, auxílio alimentação de R$ 300,00 (cartão alimentação), auxílio transporte de R$ 55,00 (cartão transporte urbano municipal), inscrição no Sistema Único de Saúde (SUS). Para manter os benefícios da assistência estudantil, o aluno deve alcançar índice de rendimento acadêmico mínimo de seis pontos.

Cursos – Dos 29 cursos de graduação da Unila, 22 são na modalidade bacharelado e sete de licenciatura, ofertados nos turnos matutino, vespertino, noturno ou integral. Entre os 13 cursos com jornada integral, estão arquitetura e urbanismo, engenharia civil e infraestrutura, medicina, ciências biológicas – ecologia e biodiversidade, saúde coletiva. Na série de bacharelados vespertinos está antropologia – diversidade cultural latino-americana, geografia – território e sociedade na América Latina, desenvolvimento rural e segurança alimentar. Todas as licenciaturas são oferecidas no turno da noite.

Decisão – A abertura de vagas na graduação da Unila para haitianos foi uma decisão tomada pelo Conselho Universitário, que instituiu o Programa Especial de Acesso à Educação Superior para estudantes haitianos (Pró-Haiti). Os objetivos do programa são contribuir para a integração dos haitianos à sociedade brasileira, fortalecer o intercâmbio acadêmico com o sistema de ensino do Haiti. A resolução, de acordo com o portal da Unila, considera a situação dos haitianos refugiados e a destruição do ensino superior naquele país, em decorrência do terremoto de 2010. “Além disso, leva em consideração o fato de os haitianos serem vítimas de xenofobia na América Latina”, de acordo com o portal.

Ionice Lorenzoni

Confira no portal da Unila o Edital nº 4/2014 e a retificação do item 7, que trata da assistência estudantil, vagas, cursos, requisitos, benefícios, entre outros dados